Quais foram as goleadas mais humilhantes da pré-temporada do futebol europeu?

0
764
Football

"Waning Soccer Ball" by jbelluch is licensed under CC BY-NC-ND 2.0 .

As primeiras semanas de pré-temporada do futebol europeu 2023/24 têm sido marcadas por algumas goleadas mais do que expressivas (até mesmo humilhantes) de algumas equipes das principais ligas do continente. A que mais chamou a atenção foi a vitória difícil de adjetivar por 27 a 0 que o Bayern de Munique aplicou sobre o Rottach-Egern, mas outros resultados também chamaram a atenção ao longo do início de julho. Sobrou até para Cristiano Ronaldo… 


É comum nesta época do ano que grandes clubes europeus enfrentem times locais, muitas vezes semiprofissionais, de pequenos povoados da região de onde estão sediados. E é neste momento em que a diferença entre a nata do futebol mundial e amadores fica evidente. Haja vista um jogo que chegou a terminar 18 a 0… no primeiro tempo.

Bayern de Munique 27 x 0 Rottach-Egern


Foi assim com o Bayern, soberano na Alemanha e que fez um jogo-treino com um time semi-amador de uma cidade da região da baviera com pouco mais de 5 mil habitantes. Com 20 minutos de partida, o placar já marcava 6 a 0 para o time comandado por Thomas Tuchel. O placar triplicou ao fim do primeiro tempo e, na etapa final, os favoritos até diminuíram o ritmo e fizeram “só” nove gols. 


Três jogadores do Bayern terminaram a partida com cinco gols marcados: os meio-campistas Marcel Sabitzer (todos no segundo tempo) e Jamal Musiala e o atacante Mathys Tel. 


Sassuolo 22 x 0 Real Vicenza


O modesto Sassuolo, 13º colocado do Campeonato Italiano na última temporada, não tomou o menor conhecimento do Real Vicenza e venceu o amistoso por 22 a 0 (foram 10 gols no primeiro tempo e 12 no segundo). 


O curioso é que, apesar de tão dilatado o placar, “apenas” oito jogadores diferentes balançaram as redes. Isso porque o atacante Samuele Mulattieri marcou cinco vezes; o meia Kristian Thorstvedt fez quatro; o meia Nedim Bajrami e os atacantes Andrea Pinamonti e Janis Antiste fizeram três cada um. Um brasileiro balançou as redes: o meio-campista Matheus Henrique, ex-Grêmio e que chegou a ser sondado pelo Palmeiras no início do ano. 


Club Brugge 22 x 0 KFC Heist

Outro placar expressivo foi o amistoso entre os belgas Club Brugge, quarto colocado da última liga nacional, e o KFC Heist: 22 a 0. O artilheiro foi o atacante ucraniano Roman Yaremchuk, que marcou seis gols (todos no segundo tempo). O atacante brasileiro Igor Thiago, ex-Cruzeiro, marcou três – assim como o dinamarquês Andreas Olsen. 


Benfica (POR) 4 x 1 Al Nasr (KSA)


O resultado por si só destoa bastante deste levantamento, não é mesmo? E o que há de humilhante para um time saudita ser derrotado fora de casa em um amistoso para um gigante português? Mas este jogo vale a menção aqui por outro motivo. 


Acontece que o contexto do amistoso entre Benfica e Al Nasr vai muito além disso – afinal de contas, faz parte da turnê do time de Cristiano Ronaldo pelo país natal do craque, que despontou para o mundo justamente pelo rival local dos encarnados: o Sporting Lisboa. 


E, jogando na casa do Benfica, Cristiano Ronaldo não só viu seu time ser novamente derrotado por um placar expressivo (já havia perdido por 5 a 0 para o Celta de Vigo) como ainda tomou um lençol (de costas) do seu ex-colega de Real Madrid, Ángel Di María, que correu o mundo.